Poesia & Poesia
Poesia bilingue - italiano e portoghese brasiliano.
Vera Lúcia de Oliveira (Maccherani)
Home Su "A porta range" "Geografie d'ombra" "Cose scavate" "Pedaços/Pezzi" "Tempo de doer" "Immagina la poesia" "La Guarigione" "Uccelli Convulsi" "Nel cuore della parola" "A chuva nos ruídos" "Verrà l'anno" "No coração da boca" "Entre as junturas..." "il denso delle cose" "Partenze" "Radici, innesti, ..." "a poesia é um ..." "la carne quando..." "vida de boneca" "o musculo amargo.." "Vou andando sem..." "Ditelo a mia madre" "Minha lingua ..." "Ero in un caldo..." "Tempo suspenso"

 


"Tempo suspenso" - Vera Lúcia de Oliveira, 2021

Tempo suspenso

 

Vera Lúcia de Oliveira (Maccherani)

Editora Primata

São Paulo, maio 2021

ISBN: 978-65-88866-36-8,  formato plaquete, 12.5x21 cm, 24 pag, 20R$

© Vera Lúcia de Oliveira

 

   Selezione di poesie:
é um tempo parado / o tempo parado pinga
esse barco bate
/
há casas que se mudam 

Per l'acquisto del libro: Editora Primata
www.editoraprimata.com/produto/537682/tempo-suspenso-de-vera-lucia-de-oliveira

Todos os poemas presentes nesse livro foram escritos nos meses de quarentena total, de março a maio de 2020, em Perugia (Itália)

é um tempo parado

sem ponteiro

o pé ficou no chão

meio a meio

entre o passo

seguinte

e o do meio

o tempo parado pinga

perde o perímetro 

desborda do pulso

mancha a mão 

que esquece no ar

o gesto até que ele

também escorra 

sem rumor ou susto 

da cadeira ao chão

esse barco bate

nas paredes, bate nos móveis 

cresceu demais para fugir

a água logo subirá até nós

Noé se foi com os animais

as pombas perderam-se

nas praças sem ninguém 

e nós navegamos dentro

enquanto não formos 

submersos

há casas que se mudam

fazem as malas e somem

deixam panos quarando fora

para que não se pense que partiram

deixam o tapete na porta

 

não partem aos poucos

levando uma parte por vez

vão-se de abrupto

quando se abre a porta

e já não há mais ninguém

Live de lançamento Coleção Plaquetes 15/05/2021
 no canal de Youtube da Poesia Primata

Lançamento >>

Inizio pagina corrente         Poesia           Pagina iniziale

(by Claudio Maccherani )